Investindo em Startup


Na semana de aniversário de 4 anos do Living Lab MS tivemos o prazer de realizar uma mentoria assistida com o principal investidor anjo de startups do país, Marco Poli. A mentoria foi realizada com a nossa startup residente Avisa ai, fundada pelo trio Cesar Bassani, Álvaro Vasques e Hudson de Souza e mediada pelo nosso grande parceiro Edson Mackeenzy.


Durante a mentoria Poli citou o livro Crossing the Chasm de Geoffrey Moore - já está na minha lista, indico a leitura! - explicando as cinco classes de clientes abordadas no livro, suas diferentes características e quais eram os clientes que Vasques devia buscar no estágio em que se encontrava sua startup.


Em cima do conceito apresentado pelo livro, Mackeenzy trouxe para a discussão os diferentes tipos de investidores para o caso de Vasques, focando nos Bootstrappers, Friends, Family and Fools - FFF (Amigos, Família e Tolos) e Investidores Anjo.


Mackeenzy explica que o investidor bootstrapper é o estágio que o founder está sendo seu próprio investidor, estágio exato no qual a Avisa ai se encontrava no momento. Logo após ele e Poli debateram, entre muitos risos e trocadilhos, o uso do termo Fool (tolo) no segundo tipo de investidor; para eles um investidor que aceita o risco de ajudar uma empresa a decolar jamais pode ser chamado de tolo, então decidiram de usar o termo Friends, Family and Inovators - FFI (Amigos, Família e Inovadores).


Mackeenzy ilustrou como o FFI pode ser tanto o primeiro cliente, que topa pagar pela solução mesmo sabendo que ainda vai dar errado, quanto que é tão inovador a ponto de investir e não cobrar retorno, “Vou dar uma grana para ele aqui, independente de se ele vai me entregar o produto ou não, porque eu confio nele”, exemplifica.


Finalizando sua fala Mackeenzy abordou o Investidor Anjo, relacionando-o ao livro de Moore explica que se fossem clientes seriam os Early Adopters, e mais uma vez ilustrou o pensamento desse tipo de investidor com a seguinte frase “Esse cara fala o seguinte: ‘Eu confio muito mais no jockey do que no cavalo’, ou seja, ‘Eu confio muito mais em você, na sua capacidade de entrega do que propriamente no que você está me entregando agora’.”.

Essa mentoria foi muito rica, cheia de conceitos e teorias, mas com exemplos e explicações sobre como tudo isso funciona na prática, deixando-a mais acessível e interessante, ao ponto de despertar a curiosidade e deixar o gostinho de quero mais.


Até a próxima!


Texto escrito por Geovanna Santiago

#CompartilheConhecimento


0 visualização

© 2020 por Living Lab Ms. Criado com Wix.com

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Spotify

Siga-nos